logo do blog

Vacina contra câncer no cérebro dá resultados positivos em testes


Uma nova vacina contra um tipo de câncer no cérebro, feita a partir do próprio tumor do paciente, vem se consolidando como uma promessa de tratamento. A técnica se aplica especificamente a um tipo de tumor conhecido como glioblastoma multiforme, um dos mais comuns e agressivos tumores cerebrais.

Nesta terça-feira (17), durante um encontro da Associação Americana de Cirurgiões Neurológicos, foram divulgados os resultados dos últimos testes da vacina em humanos. Foi a segunda fase do estudo clínico deste tratamento em humanos. Se aprovado na terceira fase, ele é aprovado para os pacientes em geral.

Assim como uma vacina comum, contra doenças causadas por vírus e bactérias, a vacina contra o câncer é feita para induzir uma resposta da defesa do corpo contra o causador da doença – no caso, um tumor. A estratégia ajudaria não só a reduzir o tumor inicial, mas também a combater os reincidentes.

No estudo publicado nesta terça, a vacina foi usada em mais 40 pacientes em três hospitais dos Estados Unidos. Em comparação, outros 80 pacientes, que se submeteram ao tratamento convencional, também foram acompanhados. O tempo médio de sobrevivência dos que receberam a vacina foi de 47 semanas, contra 32 semanas dos demais.

Os resultados “sugerem que os médicos podem conseguir estender a sobrevivência ainda mais se combinarem a vacina com outras drogas que fortalecem a resposta imunológica”, segundo o líder da pesquisa, Andrew Parsa, da Universidade da Califórnia, em São Francisco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário